União Libanesa da Diáspora afiliada à União Libanesa Cultural Mundial.   secretaria@uniaolibanesa.net.br

6,4 bilhões de dólares em remessas da diáspora para o Líbano em 2021

Por Aala Hissam Al Dinn – traduzido por Assad FrangiehAjwaa Press

As remessas de expatriados para o Líbano totalizaram US$ 6,4 bilhões em 2021, o que representa uma queda de 3,6% em relação a US$ 6,63 bilhões em 2020, em comparação com um aumento de 10,5% em 2020. De acordo com dados emitidos pelo Banco Central, as remessas de expatriados para o Líbano totalizaram US$ 1,62 bilhão no primeiro trimestre, 1,63 bilhão de dólares no segundo trimestre, 1,57 bilhão de dólares no terceiro trimestre e 1,57 bilhão de dólares no quarto trimestre de 2021.

Esses números incluem transferências de trabalhadores, além de remuneração de funcionários, segundo o Banco Mundial. Além disso, as remessas de expatriados para o Líbano em 2021 registraram seu sétimo nível anual mais baixo entre 2002 e 2021, e atingiram seu nível mais alto em US$ 7,6 bilhões em 2016, e seu nível mais baixo em US$ 2,54 bilhões em 2002. A taxa de transferência foi de 6,41 bilhões anualmente entre 2008 e 2020, enquanto passou de uma taxa anual de US$ 4,8 bilhões entre 2002 e 2007 para uma taxa anual de US$ 7,2 bilhões entre 2008 e 2020. Além disso, as remessas de expatriados para o Líbano representaram 27,3% do PIB em 2021, em comparação com 26,9% do PIB em 2020.

Paralelamente, as remessas de expatriados do Líbano totalizaram US$ 2,1 bilhões em 2021, o que representa uma redução de 29% em relação aos US$ 2,95 bilhões em 2020, em comparação com uma queda de 32% em 2020. Essas remessas diminuíram 35% no primeiro trimestre de 2021. Em relação ao mesmo período de 2020, diminuiu 29% no segundo trimestre, diminuiu 28,4% no terceiro trimestre e 20,6% no quarto trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior.

Além disso, em 2021, essas transferências registraram seu nível mais baixo desde que o Banque du Liban começou a publicar dados de remessas em 2002 e atingiram seu nível anual mais alto de US$ 5,75 bilhões em 2009. A taxa dessas transferências totalizou US$ 4,14 bilhões anualmente durante o período estendido Entre 2002 e 2020, aumentou de uma taxa anual de US$ 3,54 bilhões entre 2002 e 2007 para uma taxa anual de US$ 4,42 bilhões entre 2008 e 2020. As remessas de expatriados que saem do Líbano representaram 9% do PIB em 2021, em comparação com 11,9% do PIB em 2020.

Como tal, as remessas líquidas de emigrantes para o Líbano totalizaram US$ 4,3 bilhões em 2021, o que representa um aumento de 16,6% de US$ 3,7 bilhões no ano de 2020. As remessas líquidas de emigrantes para o Líbano em 2021 registraram seu maior nível anual no período entre dois anos 2002 e 2021. A taxa dessas transferências totalizou US$ 2,27 bilhões anuais entre 2002 e 2020, enquanto subiu de uma taxa anual de US$ 1,25 bilhão entre 2002 e 2007 para uma taxa anual de US$ 2,75 bilhões entre 2008 e 2020. As remessas líquidas de expatriados para o Líbano constituíram 18,4% do PIB no ano de 2021, ante 14,9% do PIB no ano.

Deixe seus comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar essas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>