União Libanesa da Diáspora afiliada à União Libanesa Cultural Mundial.   secretaria@uniaolibanesa.net.br

Jabour – O bairro no Rio de Janeiro criado por um libanês

Tema: História de Bairros e Cidades

Periodo: De 2011 até 2020

Pais: Brasil

Cidade ou vilarejo: Rio de Janeiro

Tipos de arquivo: Documentos Históricos

Família: Jabur - Jabour - Jabbur - Jabbour

Não chegamos a conhecer as pessoas quando elas vêm à nossa casa; devemos ir a casa delas para ver como são.” (Johann Goethe)

O libanês é impressionante. Ele imigra, luta, trabalha, constrói família, viaja e…faz bairro. A história da fundação do novo bairro Jabour no Rio de Janeiro, 163º bairro do RJ, pertencente à subprefeitura da Grande Bangu, aconteceu em 25 de setembro de 2019.

Localizado no centro de Senador Camará, o Bairro Jabour se configura num quadrilátero dos logradouros Av Santa Cruz, R Rodrigues de Freitas, R Murilo Braga, R Trípoli, Estrada dos Coqueiros e R Corte Real. Jabour é uma alusão ao sobrenome de seu fundador e idealizador, o empresário Abrahão Jabour, nascido em 1883, em Trípoli, Líbano, primeiro de sete filhos de Elias e Said Gabriel. Mais tarde o sobrenome Gabriel, tradução brasileira de Gibran, tornar-se-ia Jabour.

Abrahão iniciou sua vida como comerciante aos 15 anos, em São Luiz, próximo a Leopoldina, MG. Juntamente com seu irmão, João, nascido na cidade de Providência, MG, eles fundaram, em 1930 a Jabour Exportadora. Com filiais no Rio de Janeiro, Vitória, ES e Paranaguá, alcançaram a posição de Maiores Exportadores de Café do Brasil e do Mundo. A partir de 1960, eles passaram a investir em ações nas Bolsas de Valores de New York e do Rio de Janeiro. Os dois irmãos eram devotos de Sta. Terezinha, colaborando com obras sociais, principalmente, com as obras de sua irmã Carmem Jabour, mais conhecida com a freira, Irmã Zoé.

No ano de 1958, Abrahão Jabour comprou da empresa Companhia Federal de Fundição um terreno de cerca de 300.000 metros quadrados para edificar um bairro inteiro. A utopia de Jabour resultou num pequeno bairro planejado em Senador Camará, próximo a Bangu, região que vivia o esplendor da Fábrica Bangu, tida como a maior e mais moderna do Brasil. Tinha, inicialmente, 14 ruas e 560 lotes divididos em 530 para edificação de casas e edifícios residenciais; e 30 para edificação de lojas comerciais que atendiam toda região.

E assim, nasceu a área que se tornaria, em 2019, o Bairro Jabour. Abrahão teve o seu sonho realizado, a família Jabour escreveu seu nome e o Líbano se fez presente na generosa terra do Brasil. Em tempo: Em 21 de junho de 2018, Abrahão Jabour recebeu (in memoriam) o Prêmio Distinção pelos 130 anos da imigração libanesa dado pelo Consulado Geral do Líbano no Rio de Janeiro.

Publicado pelo Consulado Geral do Líbano no Rio de Janeiro