União Libanesa da Diáspora afiliada à União Libanesa Cultural Mundial.   secretaria@uniaolibanesa.net.br

Nova crise entre o Líbano e a Arábia Saudita iniciada por um comentário sobre a guerra no Yemen

Ontem sexta dia 29/10/2022. Nova crise para o Governo do Líbano. A Arábia Saudita e o Bahrein retiraram seus Embaixadores de Beirute e pediram aos Embaixadores do Líbano saírem de Riyad e Manama respectivamente. O Kuwait e os Emirados seguiram nos mesmos passos. Apenas Qatar e Omã não se manifestaram a favor. Em agosto deste ano, o atual Ministro da Comunicação do novo Gabinete, Georges Kardahi, ainda sem o cargo, disse numa entrevista que a Guerra da Arabia Saudita no Yemen é uma guerra absurda. Somente agora, a Arábia Saudita, acha que esta declaração anterior do Ministro é ofensiva à Monarquia e pede uma ação do Governo de Miqati: “Demita o Ministro ou lhe peça demissão?”

O governo de Miqati foi instalado com a tutela francesa e mantendo um portal de entendimento com o Hezbollah essencialmente. Isso dentro de uma geopolítica internacional que prevê a retirada das tropas americanas da região e um acordo nuclear eminente entre os EUA com o Irã que de certa maneira enfraquecerá o papel da Arábia Saudita nos países árabes (Iraque, Síria, Líbano e Gaza) em seu confronto com o Irã. No Yemen, os Houthistas estão cercando a cidade de Maareb, principal cidade econômica do pais e reduto da influência da Saudita e parece eminente que a cidade iemenita sairá do domínio saudita, infringindo dura e irreversível derrota ao poder dos Sauditas no Yemen. Sobrou para o Líbano. Portanto não se trata de apenas pedir a retratação (?) do ministro e sim uma tentativa de derrubar o atual gabinete de ministros, afundando mais a crise social no Líbano. Portanto esta crise é nada mais que o topo de um iceberg de incertezas.

Em resumo, o Gabinete de Miqati está entre se manter com a tutela da França que defende as reformas reabilitadoras da economia libanesa, um alinhamento com FMI e apoio formal do Hezbollah de um lado e, a tentativa da arábia Saudita de frear isso em jogo de interesse geopolítico do Oriente Médio.

Até esse momento – 13:20 hs – Horário de Brasília – 30/10/2021 – não há nenhuma definição sobre o desfecho da crise. O noticiário tem focado em envolvimento de altos funcionários da Comunidade Europeia e EUA de uma Lado e a Arábia Saudita de lado oposto… tudo desencadeado por uma fala que a Guerra no Iemen é um Absurdo.

Deixe seus comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar essas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>