União Libanesa da Diáspora afiliada à União Libanesa Cultural Mundial.   secretaria@uniaolibanesa.net.br

O Líbano se tornou um “ponto de passagem para os migrantes”

Um relatório publicado pela Associated Press revelou que o Líbano se tornou um importante ponto de partida para refugiados em direção à Europa, depois que o Líbano por anos foi um anfitrião de refugiados. Em seu relatório, a agência disse que o Líbano há anos “hospeda refugiados, a maioria deles da Síria, mas agora se tornou um ponto de partida para migrantes.”

O relatório acrescenta: “Centenas de libaneses tentaram chegar à Europa este ano de barco a partir da costa de seu país, devido à devastadora crise econômica que desde outubro de 2019 colocou dois terços da população do Líbano na pobreza.” A agência citou segundo Lisa Abu Khaled, porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, que “as operações de migração através do mar do Líbano alcançaram um aumento em 2020, em comparação com os anos anteriores.”

Segundo dados do ACNUR, mais de 1.570 pessoas partiram ou tentaram deixar o Líbano entre janeiro e novembro, quando a maioria foi para Chipre, sendo a maioria eram sírios, mas um número notável de libaneses se juntou a eles, segundo a porta-voz da ONU. “É claro que essas são viagens desesperadas de pessoas que não veem oportunidades de viver no Líbano”, disse Lisa, em um momento em que o país está testemunhando uma mistura de crises múltiplas, como instabilidade política, epidemia do vírus Corona e explosão do porto de Beirute, as quais aumentaram a gravidade do colapso financeiro do país.

Deixe seus comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar essas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>