União Libanesa da Diáspora afiliada à União Libanesa Cultural Mundial.   secretaria@uniaolibanesa.net.br

Qual o valor das transferências mensais dos libaneses afora e quais países estão na vanguarda?

O presidente da OMT (agência de intercâmbio internacional presente no Líbano), Tawfiq Mouawad, relata que a porcentagem de transferências financeiras vindas de fora do Líbano não mudou e permanece a mesma de 10 anos atrás. Em entrevista ao “Spot Shot”, dentro do programa “Point of View”, Mouawad indicou que “há aproximadamente 160 países no mundo que enviam remessas ao Líbano, beneficiando 260 mil pessoas em solo libanês, e seu índice chega a 120 milhões de dólares por mês.”. Ele disse: “Apenas a taxa de transferências aumentou depois da explosão que destruiu o Porto em Beirute, já que totalizavam cerca de 11 milhões de dólares por dia.”

Com relação à taxa de transferência média, Mouawad explicou que as rendas dos libaneses no exterior diminuíram após a crise do dólar, então as porcentagens transferidas para o Líbano diminuíram em valor, enquanto seu número aumentou. Ele explica:”Essa taxa diminuiu 80% depois de ser de aproximadamente U$ 850, mas pela primeira vez estamos testemunhando a transferência de valores inferiores a U$ 50.”

Quando questionado: “De quais países as remessas vêm mais?”, Mouawad respondeu: “A Austrália e os Estados Unidos da América estão em primeiro lugar, seguidos pelos países do Golfo.” O Sr. Tawfiq Mouawad aproveitou a oportunidade para explicar aos libaneses o acordo concluído com o Banque du Liban, e disse: “A empresa OMT distribuiu oxigênio aos libaneses e alivia os problemas e a tensão social, porque os dólares passam por nós e são distribuídos às pessoas. ” Acrescenta: “Quando as pessoas recebem seu dinheiro, a OMT oferece aqueles que desejam trocar esses dólares e convertê-los em moedas libanesas e, portanto, nossa empresa fornece ao Banco Central esses dólares para concluir o processo de subsidiar medicamentos e farinha.”

Revista Eletrônica da União Libanesa da Diáspora

Deixe seus comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar essas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>